Saudável mesmo é fazer seu próprio pão integral em casa!

integral 2Quando era criança minha irmã e eu costumávamos comprar pão todos os dias na mercearia perto de casa. Lembro que nossa mãe sempre recomendava, meio em tom de brincadeira: “peça um pão branco, bonito, mole e delicado!!”  E assim mesmo nós repetíamos para o “Seu Chico” que nos entregava um lindo pão dourado, com uma casca crocante e um miolo macio, um pouco maior em largura e menor em comprimento que uma baguete. E eu adorava esse pão!! Lá em casa era uma briga entre meus irmãos e eu para ver quem ficava com o pedaço do meio, que tinha a casquinha mais crocante e era divino com um pouco de manteiga e uma xícara de café com leite!! Até então, nunca tinha ouvido falar de Pão Integral (realmente não faz parte da nossa cultura!!). Somente um tempo depois, quando comecei a me preocupar com a minha saúde e, consequentemente, com a minha alimentação, foi que tomei conhecimento dessa opção mais nutritiva, a qual era somente encontrada no supermercado; e que eu, iludida, consumia, achando que estava me alimentando bem… Mas você já parou para ler os ingredientes desses pães que são vendidos dentro daqueles sacos horrorosos?

pintergral 2

O Pão Integral que encontramos no supermercado possui os seguintes ingredientes: farinhas, glúten, açúcar, óleo de girassol, sal, emulsificantes diversos, conservador propionato de cálcio, melhoradores (sei lá em que quantidade!), entre outras porcarias, além de apresentar um péssimo aspecto! E eu achava que estava sendo saudável!!! Saudável mesmo é fazer seu próprio Pão Integral em casa!! Por que colocar para dentro do seu corpo esses produtos químicos que não agregam nada? Depois que comecei a fazer meu pão em casa, nunca mais comi dessa “borracha”!! E se você quiser tentar fazer o seu, vai precisar do seguinte: Farinha: 300 g de farinha de trigo + 200 g de farinha de trigo integral (a quantidade de farinha integral pode ser aumentada, para isso acrescente um pouco mais de água); Água: 360 g; sal: 10 g; fermento biológico: 10 g (fresco)  ou 5 g (seco). A novidade nesta receita, é que faço um tipo de pré-fermento.

esponja1

esponja2

Eu chamo esse pré-fermento de esponja (de curta duração), e foi uma das primeiras coisas que aprendi a fazer no intuito de melhorar o pão, além do vapor no forno, claro! Este, especificamente, é um processo rápido, pois é adicionado toda a quantidade do fermento da receita, e por isso leva somente 30 minutos para ficar pronto (ao contrário dos pré-fermentos de longa duração, como o poolish ou biga, onde somente uma pequena parte do fermento é adicionado, precisando de mais tempo para fermentar). É como se você desse uma ativada no fermento antes de adicionar o restante dos ingredientes e, com isso, tenta-se, pelo menos, dar mais qualidade ao pão (sabor e textura). Para fazer a “esponja”, você coloca, por exemplo, uma colher de sopa do total da farinha em um recipiente ; adiciona o fermento e depois um pouco de água (também do total da água da receita), numa quantidade que transforme essa mistura em uma “pasta”. Por ser uma quantidade pequena, essa esponja também pode ser feita à parte, sem retirar os ingredientes da receita original. 

farinhas

Eu adicionei uma colherinha de mel, acho que dá mais sabor a esse tipo de pão. Deixe o recipiente tampado em um lugar morno, por mais ou menos 30 minutos, você vai perceber que a mistura cresce, fica cheia de furinhos e meio molenga (foto acima). Adicione a “esponja” no restante da água da receita original, e depois a farinha com o sal. Trabalhe a massa (tem uma sugestão do método no post do Pão Branco), e asse-a ( também já falei sobre a melhor maneira de assar o pão no post do forno/vapor, dá uma olhadinha nele).

integral 2a

fatia1

Cada  farinha de trigo apresenta suas peculiaridades, algumas são mais finas ou mais grossas, mais claras ou mais escuras, absorvem mais ou menos água etc, influenciando no resultado final do seu pão. Eu acabei fazendo dois pães, utilizando o mesmo método, porém com farinhas e esponjas diferentes (uma mais líquida e a outra um pouco mais sólida). E você pode ver a diferença no miolo… Mas devo dizer que nenhum ficou devendo no sabor, que é o que mais interessa!! Mesmo sendo louca por um pãozinho branco, aprendi a gostar do pão integral, e com certeza vale a pena investir nessa opção mais saudável… E para entrar ainda mais nesse clima, aproveite esta receita e acrescente algumas sementes “poderosas”, como gergelim ou linhaça, e transforme o seu café da manhã em uma refeição mais nutritiva!!

Anúncios

75 respostas em “Saudável mesmo é fazer seu próprio pão integral em casa!

      • Fico feliz por ter dado certo!! 🙂 obrigada!! Ah! Dai, vc sabe que o pão caseiro não se mantém por muito tempo em temperatura ambiente, não é? Então, se vc quiser pode congelar partes ou fatias do pão, e descongelar quando necessário, ok?

  1. Olá, estou seguindo suas dicas e adorei todas. Porém eu faço o pão com 100% de farinha integral e sementes. Tens alguma dica para ele ficar mais macio? Estou adicionando farinha de glúten, mas não vejo diferença, não cresce. Obrigada e parabéns pelo blog.

    • Oi Iris!! Obrigada!! :). Olha, pra te ajudar, eu teria que saber mais detalhes da sua receita, pra eu poder identificar algum erro… Nunca usei farinha de glúten! Mas se o problema é a falta de crescimento, algo pode estar errado com a quantidade de fermento ou a temperatura ambiente.. Mas precisaria de mais detalhes! sobre a maciez, eu não gosto e nem costumo usar ovos ou qualquer tipo de gordura. O que geralmente faço é um pré-fermento… Envia alguma dica da tua receita, ok? Um abraço!!

      • Minha receita para um pão de 500g: 300g de farinha de trigo integral, 2 colheres de chá de açúcar mascavo, 1 colher de chá de sal marinho, 1 colher de sopa de óleo de girassol, 2 colheres de sopa de farinha de glúten, 1 e 1/2 colher de chá de fermento seco e 220ml de água morna. O modo de preparo estou seguindo os seus passos, pois foi o que ficou melhor, inclusive o pré-fermento. Para misturar no primeiro passo coloco para bater na máquina de pão, depois faço os passos que você falou até o vapor no forno. Ele fica macio, mais não cresce muito e fica mais úmido. Obrigada

      • Oi Íris!! Vou ser sincera, nunca fiz um pão 100% integral!! É até uma ideia para experimentar e postar!! De qualquer maneira, vou te dizer como eu faria… Eu usaria a receita básica de 500g de farinha, assim vc vai ter um pão de aprox. 800g . Se vc quiser um pão menor, então divida a massa em duas bolas antes de moldar para o último crescimento. Coloque entre 370 a 375g de água, 10g de sal, eu não colocaria o óleo, e só uma colher de chá de açúcar mascavo, e 5g de fermento seco. Faça um pré-fermento utilizando 100g de farinha, um pouco do açúcar mascavo e 100g de água e o fermento da receita original, deixe fermentar até dobrar de volume (aprox. 30 m), e acrescente ao restante da receita. Faça o restante do processo como indicado no blog, mas acho desnecessário usar uma máquina de pão para essa quantidade de farinha. misture com as mãos mesmo e depois faça as dobras. Deixe a massa em um lugar morno, na cozinha de preferência, sem correntes de ar. Na sua receita, achei muita quantidade de açúcar e óleo em relação a quantidade de farinha, isso pode ter atrapalhado o processo! Ah! Não use essa farinha de glúten!! Vamos ver como funciona sem ela!! Existem outros métodos para melhorar a massa, como um poolish mais longo, mas vamos ver como funciona essa mudança da receita inicial, ok? Depois me conta o resultado!! Um abraço!! 🙂 olha, é importante usar uma farinha boa, veja a qualidade da sua, se for o caso, troque de marca, é sempre bom experimentar coisas novas!!

  2. Oi Bruna, obrigada pela ajuda, vou testar com essa proporção de ingredientes. Isso… se tiver um tempinho pra testar o pão 100% com farinha integral, vou agradecer =) Obrigada, assim que testar posto aqui o resultado. Quanto a farinha estou sempre comprando de lugares diferentes pra ver se isso é o problema, já usei uma que deixou o pão com um cheiro muito estranho e super maçudo =(. Percebi na hora que era a farinha, pois fiz 3 pães com a mesma farinha e os 3 ficaram iguais.

  3. Ei Bruna, que receita maravilhosa! Não vejo a hora de testá-la! Também fiquei na dúvida sobre a receita 100% integral, mas a dúvida maior é como posso fazer uma versão doce. Obrigada!

    • Oi Lilian! Vou ser sincera, nunca fiz um pão integral doce (ainda!)… A maioria dos pães que faço não leva açúcar ou gordura, a não ser, claro, quando quero fazer um pão doce e fofinho! Mas mesmo assim, quem sabe, posso ajudar! qual seria a sua dúvida exatamente?

  4. Tem uns pães maravilhosos!fiz algumas vezes pão com massa azeda mas deixei de fazer porque o meu forno não funciona muito bem e enquanto não tenho um forno bom não arrisco.
    bjns

  5. Oi! Fiz o pão integral seguindo os passos da sua receita. Ficou bonito e delicioso. Ainda não consegui o efeito da casquinha pois usei uma panela de barro para assar, não sei se pode ter sido isso. Outra coisa é que segui o método do papel vegetal mas, depois de assado, o pão ficou grudado e não soltou, tive de raspar e cortar uns pedaços. Devo untar o papel?
    Aliás, parabéns belo blog. Descobri por acaso e amei.

    • Oi Lila!! Obrigada ❤️!!! Será que vc não usou o papel manteiga ao invés do papel vegetal? É difícil encontrar papel vegetal nos supermercados… Ele é mais facilmente encontrado em papelaria! O papel manteiga gruda mesmo!! Se vc continuar com ele, tente espalhar sobre o papel um pouco de farinha ou pincelar com um pouco de azeite antes de colocar a massa para assar, pode ser que resolva! Nunca usei uma panela de barro para assar pão, mas acredito que não seja muito diferente! De qualquer jeito, deixe a panela bem quente antes de colocar a massa! Ok? Abraço!! 🙂

  6. Oi Bruna,
    estou com um pequeno problema com pãp integral, tenho feito com farinha integral organica e branca a mesma que faço o pão branco que da super certo e fica uma delícia…, o pão integral esta indo bem até o ultimo crescimento, na hora de fazer o corte para colocar no forno ai que vem o problema, fica difícil para cortar teve uma vez que ele abaixou e agora tenho até receio em fazer a incisão…mesmo assim tenho feito, ai no forno então ele deveria crescer mais , mas isso não acontece ele não cresce quase nada. Vc tem alguma sugetão o que pode estar acontecendo?
    Obrigada desde Já.
    Gde Abraço, Marcia

    • Márcia, pode ser que a massa esteja crescendo demais… Veja o tempo de crescimento e a temperatura ambiente, pode ser que esteja em um lugar muito quente e isso acelera o crescimento. Veja tb se a sua farinha aguenta a quantidade de água,e por ultimo, se acontecer de novo tenta assar sem fazer o corte e com a temperatura do forno mais baixa e veja o que acontece!

    • Eu somente quis dizer que pode ser que a quantidade de água esteja em muita quantidade, e quando isso acontece a massa não se mantém… Resumindo tudo, para o seu problema, acredito que tem a ver com: muito fermento (mas não acho que seja seu caso, porque se vc segue a minha receita, eu coloco pouco fermento); muita água; temperatura ambiente muito quente e ou muito tempo de fermentação. Veja qual foi o seu caso! Abraço!

  7. Oi Bruna!!
    Seus pães parecem deliciosos!!!
    Eu sou um desastre para fazer pão. Já tentei algumas vezes e nunca dá certo 😦
    Mas vou tentar mais uma vez com a sua receita, quem sabe né?
    Só que eu fiquei com umas dúvidas. A quantidade de água seria 360 ml ou 360 g mesmo? E 10g de sal corresponde a quantas colheres?
    Parabéns pelo blog!! É de comer com os olhos!!!

  8. Vou aqui vos explicar como faço o meu pão que fica hóptimo e com pouco trabalho:
    Numa caixa grande e com tampa com capacidade para 6 litros’ ponho 3 copos de água morna, junto uma colher de sopa de sal e o fermento seja ele seco ou biológico. Com uma colher de pau dissolvo o fermento e o sall junto um copo de farelo de trigo, outro de sementes de sesamo,linhaça e germen de trigo e junto mais 4,5 de farinha trigo ou centeio. Com a colher de pau misturo tudo até absorver a água. fica uma massa um pouco rija mas é mesmo assim. Tapa a caixa espera 2 horas e molda a quantidade de pão que quizer fazer nesse dia, a restante guarda no frigorifico e quando precisar de fazer mais pão tira da caixa molda o pão liga o forno 220 ou um pouco mais, põe um recipiente com água no fundo do forno, espera 40 minutos e mete no forno + – 30 ou 35 minutos. Fica um espectaculo e dura uns poucos de dias sem endurecer.

    • Legal vc compartilhar sua receita! Mas fiquei na dúvida quanto à quantidade de fermento e a quantidade das farinhas…. Se for o que estou pensando é pouca água mesmo!! Abraço!!

  9. Olá Bruna. Uma dúvida: quando a esponja está pronta, devo misturá-la ao restante da água, certo? Essa mistura precisa ser homogeneizada antes de adicioná-la à farinha com sal? Quando fiz isso, ficaram vários pedaços boiando na água. Isso é normal? Muito obrigado!

  10. Olá. Super legal seu blog. Sou homem e tenho 36 anos. Já consumo pão integral há mais de 6 anos e sempre comprei no supermercado. Esta semana eu decidi preparar meu próprio pão integral em casa e confesso que fiquei muito feliz. Foi o primeiro pão da minha vida kkkkkkkkkkkkkkk. Confesso que eu gostei muito e a partir de ontem vou fazer meu próprio pão integral – Nunca mais produtos desconhecidos no meu pão. abraços kkkkkkkkkkkkkkkkk

  11. Se o pão é integral , não deveria ser apenas 500g de farinha de trigo integral? Ou a farinha branca é necessária para não alterar a textura do pão? Obrigada!!! Adorei seu blog!

    • Oi Vanessa! Esse pão pode ser chamado de integral sim porque tem uma quantidade boa de farinha integral. Como eu disse no texto, vc pode aumentar a quantidade de Farina integral, depende do seu gosto… Um pão totalmente feito com farinha integral é mais conhecido/chamado de pão 100% integral. Mas, como vc comentou, com certeza a textura do pão vai ser outra…
      Obrigada pelo comentário!

  12. Eu e minha namorada fizemos duas receitas do seu pão integral! Ficou muito bom! Usei Farinha Integral da marca Renata e a branca da Emegê nas quantidades indicadas. Tivemos que adicionar apox. 100 g de farinha branca e 50g de farinha integral para a massa encorpar e ficar certinha (quantidade para 2 receitas). De qualquer forma, o pão ficou excelente! Utilizamos a técnica da fermentação esponja e do cozimento com vapor, o resultado foi incrível. Obrigado por disponibilizar as receitas e explicar tudo exaustivamente! =D

    • Oi Matheus! Obrigada pelo comentário! Acho muito legal quando recebo um retorno das receitas… Inclusive, fiquei até mais motivada para fazer um próximo post, acho que até já passou da hora de atualizar um pouco o blog! Obrigada!!!
      Bruna

  13. Oi Bruna, obrigada pelas informacões. Que tipo de assadeira vc usou para assar os pães e como vc deu esse aspecto ao pão e mais umas perguntinhas 🙂 qual é o tamanho dos pães? Dá para fazer pães com outras farinhas como; milho, tapioca,farinha de arroz, aveia, fécula de batata, etc…? Eu estou procurando novas alternativas para substituir o gluten, tenho lido que faz muito mal aos intestinos! Eu faco bolo com outras farinhas e fica bem delicioso, mas nunca fiz pão, por enquanto!
    Claudia

    • Oi Claudia! Olha só, qualquer assadeira contanto que não seja de vidro não é? Se vc fizer a receita do pão branco de 500g de farinha ele vai ficar com mais ou menos 800g no final do cozimento. O aspecto do pão é devido a vários fatores, mas principalmente o forno, veja o post: O forno e o vapor, e vc vai ficar a par das dicas. Sim, é possível fazer pão com outras farinhas, mas ainda não tentei esse tipo de pão sem glúten. Um abraço!

  14. Olá! estou tentando fazer meu pão com levedura natural em casa, mas estou tendo dificuldade de achar uma boa farinha. Qual a marca da farinha que você recomenda?
    Obrigada pelo ótimo post!

  15. Olá!! Sou iniciante na arte de fazer pão e estou testando receitas para descobrir a que mais me agrada. Gostaria de fazer sua receita mas tenho dúvidas. A quantidade de água é 360 g (gramas)? Quantos ml de água? E esse pré-fermento pode ser feito com fermento biológico seco instantâneo? Abraços

    • Tita, desculpa a demora em responder!! Sobre a água, eu peso na balança mesmo, acho mais seguro, são 350 ou 360 gramas de água. Esse pré-fermento do blog é feito com fermento biológico mesmo.
      Abraço!!

  16. ola, Bruna…antes de tudo, deseja-lhes parabens pela sua dedicação, humildade e competencia …o q poderia deixar a casca do meu pão um pouco mais marronzinha, sem ser queimada ? alguma dica ? obrigado !

    • Julinho, obrigada pelo comentårio! Olha só, vc já leu no blog o post sobre o forno e o vapor? Lá eu explico como conseguir uma casca melhor… De qualquer forma, um forno bem quente e um pouco de vapor nos primeiros minutos de forno já ajuda bastante. As pessoas tem mania de assar pão a 200C, mas isso não ajuda em nada, o forno tem que ficar bem quente mesmo, sem medo, 250C, ok? Abraço!

  17. Bom dia Bruna. Tenho tentando fazer pães italianos, principalmente a ciabatta. Entretanto, toda vez que faço, o pão sai compacto com pouca aeração. Não fica igual as ciabattas das padarias italianas, bastante aerada, com bolhas enormes no miolo e a casca sequinha e crocante. tens alguma sugestão ? A técnica da panela de ferro funcionaria ? Ultimamente tenho tentado a receita do blog da Jennifer Menke (alotta ciabatta) (https://www.youtube.com/watch?v=v24OBsYsR-A) mas não tem jeito. Não sai igual ao dela !!!

    • Carlos, desculpa a demora em responder! Olha só, pra conseguir um miolo mais aberto é necessário mais hidratação, mais tempo de fermentação também… Acho que a panela de ferro ajudaria no visual sim, mas acho que não iria resolver o seu problema, além da limitação de assar somente um de cada vez! Ainda não vi esse blog , vou dar uma olhadinha lá! Uma dica seria, deixe o seu forno bem quente antes de colocar a massa, não utilize vapor nesse caso, porque não precisa, a massa já é bem hidratada. Não trabalhe demais a massa, ela precisa mesmo é de tempo de fermentação… Abraço!!

  18. Top D+ a sua receita….. já reproduzi algumas vezes, com pequenas modificações com inclusão de semente de linhaça, chia, abóbora…. Obrigado por dividir sua receita!! bjus

  19. Bruna, fiz sua receita de pão branco e fiquei surpresa…simplesmente delicioso e lindo, muito lindo. Não me julgo novata no forno e fogão, mas nunca havia lido instruções quanto ao forno(vapor) e outras mais…obrigado por compartilhar dicas tão importantes. Parabéns pelo blog.

  20. Olá! Descubri seus posts faz algum tempo, muito legal. Não sei se você saberia me responder, mas poderia me auxiliar? Os pães que faço não seguem o desenho dos cortes e abrem totalmente, seria a farinha? Obrigado, abs.

      • Obrigado pela resposta, encaminhei solicitação de amizade, assim que você aceitar mando a foto. Abraços

      • Luiz, desculpa, não é a minha página pessoal, mas sim a página do blog no facebook, que tem o mesmo nome: pão com levedura natural. Manda uma foto e eu dou uma olhada! Abraço!

  21. 😲acabei de encontrar esta página e já virei fã. Vc por acaso tem vídeo mostrando passo a passo? Estou encantada! Amo fazer pães! Obrigada por compartilhar!

  22. Pingback: Pão integral | Valentes Receitas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s